Queridos irmãos e irmãs em Cristo,

Foi com imensa tristeza que soubemos da decisão do Papa Francisco de revogar o Motu Proprio Summorum Pontificum promulgado pelo Papa Bento XVI, a 7 de Julho de 2007.

Após décadas de lutas e divisões, esse Motu Proprio foi para todos os fiéis católicos uma obra de paz e reconciliação.

Roma viola a palavra do Papa Bento XVI, com brutalidade e intransigência, bem longe de «Ajudar cada um a encontrar a sua própria maneira de participar na comunidade eclesial, para que se sinta objecto duma misericórdia “imerecida, incondicional e gratuita”» (Amoris Laetitia, nº 297).

A vontade manifestamente afirmada no Motu Proprio Traditionis Custodes, de 16 de Julho de 2021, é a de ver desaparecer da Igreja a celebração da Missa de São Pio V.

Esta decisão enche-nos de consternação. Como entender essa ruptura com o Missal tradicional, obra “venerável e ancestral” da “lei da fé”, que santificou tantos povos, tantos missionários e ajudou a fazer tantos santos? Que mal fazem os fiéis que simplesmente desejam rezar como os seus pais e avós o fizeram durante séculos? Acaso se pode hoje ignorar que a Missa Tridentina converte muitas almas, atrai grandes assembleias, jovens e fervorosas, suscita muitas vocações, deu origem a seminários, comunidades religiosas, mosteiros, e é a coluna vertebral de inúmeras escolas, obras juvenis, catequeses, retiros espirituais e peregrinações?

Muitos de vós, irmãos católicos, sacerdotes, bispos, compartilharam conosco a vossa incompreensão e a vossa profunda dor: obrigado pelos vossos numerosos depoimentos de apoio.

Favorecer a paz da Igreja para construir a unidade na caridade, mas também levar os católicos a recuperarem o legado que lhes é próprio, fazendo com que o maior número possível de pessoas possa descobrir as riquezas da tradição litúrgica, tesouro da Igreja, tais eram os objetivos perseguidos pelo Summorum Pontificum. O Papa Bento XVI vê agora a sua obra de reconciliação ser destruída ainda durante a sua vida.

Numa época impregnada de materialismo e dilacerada por divisões sociais e culturais, a
a paz litúrgica parece-nos uma necessidade absoluta para a preservação da fé e da vida espiritual dos católicos num mundo que está a morrer à sede. A restrição drástica da autorização para celebrar a missa na sua forma tradicional vem reacender a desconfiança, a dúvida e as incompreensões, anunciando assim o retorno duma disputa litúrgica muito dolorosa para o povo cristão.

Aqui afirmamos solenemente, diante de Deus e dos homens: não deixaremos que ninguém prive os fiéis deste tesouro que, antes de mais, é um tesouro da Igreja. Não ficaremos quietos e inativos perante a asfixia espiritual das vocações preparada pelo Motu proprio Traditionis Custodes para os seminários tradicionais.

Não privaremos os nossos filhos desse meio privilegiado de transmitir a fé que é a fidelidade à liturgia tradicional.

Pedimos ao Papa Francisco que reconsidere a sua decisão de revogar as principais disposições do Motu Proprio Summorum Pontificum e que restabeleça a plena liberdade de celebrar a missa tridentina, para a glória de Deus e o bem dos fiéis.

8 de setembro, festa da Natividade da Virgem Maria

 

Personalidades que apóiam esta carta aberta

  • Bernard Antony, Presidente AGRIF
  • Xavier Arnaud, Presidente, Fórum Católico
  • Victor Aubert, Presidente, Academia Christiana
  • Patrick Banken, Presidente, Una Voce França
  • Alex Barbas, Editora
  • Heinz Lothar Barth, Professor reformado de filologia clássica
  • Monika Gabriela Bartoszewicz, Professor Assistente, Universidade Masaryk
  • Donna Bethell, Membro da direcção Collegium Sanctorum Angelorum & The Paulus Institute
  • Albert Bikaj, Cientista político
  • Moh-Christophe Bilek, Fundador, ND de Kabylie
  • François Billot de Lochner, Presidente da Fondation de Service politique
  • Benjamin Blanchard, DG de SOS Chrétiens d’Orient
  • Christoph Blath, Membro do Conselho de Administração, Pro Sancta Ecclesia
  • Dominique Boily, Professeur
  • Thomas Bostock, Presidente – Fundação Australiana do Ambiente
  • Anne Brassié, Jornalista e escritor
  • Patrick Buisson, Conselheiro histórico e político
  • Georges Buscemi, Presidente, Québec-Vie
  • Jason Carabello, Fundador, Radio Free Catholic
  • Humberto Carniero, Professor da Faculdade de Direito do Recife
  • Jacques Charles-Gaffiot, Historiador de Arte
  • Stuart Chessman, Presidente, Sociedade de St. Hugh of Cluny
  • Pierre Dominique Cochard, Ex-jornalista e director de empresa
  • Thibaud Collin, Professor Associado de Filosofia
  • Edgardo J. Cruz Ramos, Presidente, Una Voce Porto Rico
  • Laurent Dandrieu, Jornalista
  • Yves Daoudal, Jornalista – Director do Blog
  • David Deavel, Editor, Logos: Uma Revista de Pensamento e Cultura Católica
  • Michel De Jaeghere, Jornalista e ensaísta
  • Pierre de Lauzun, Funcionário público sénior Escritor
  • Massimo de Leonardis, Presidente da Comissão Internacional de História Militar
  • Roberto de Mattei , Ex-presidente do CNR (CNRS italiano)
  • Jean-Pierre Destrebecq, Professor
  • Marie-Pauline Deswarte, Doutor em Direito
  • Stéphane Deswarte, Doutor em Química
  • Cyrille Dounot, Doutor em Direito, Licenciado em Direito Canónico
  • C.J. Doyle, Director Executivo, Liga de Acção Católica de Massachusetts
  • Christian & Fabienne Drouhot, Presidentes, Domus Christiani
  • Alvino-Mario Fantini, Editor-chefe do The European Conservative
  • Timothy Flanders, Editor, OnePeterFive
  • Rémi Fontaine, Jornalista e escritor
  • François Foucart, Jornalista
  • Matt Gaspers, Editor chefe das Notícias da Família Católica
  • Jules Gomez, estudioso e jornalista bíblico
  • Jean Goyard, Oficial de comunicações
  • Claude Goyard, Professor Universitário
  • Giovanni Grimaldi Torelly, CEO & Co-Fundador da WeThink Solutions
  • Max Guazzini, Ex-presidente de um grupo de comunicação social
  • Michael Hageböck, Summorum Pontificum Freiburg
  • Gregor Hausmann, Membro do Conselho de Administração, Pro Sancta Ecclesia
  • Michael Haynes, Journalista
  • Joël Hautebert, Professor de Direito, Universidade de Angers
  • Michael Hichborn, Presidente, Instituto Lepanto
  • Maike Hickson, Jornalista
  • Robert Hickson, Escritor Ordodei.net
  • Jasper Juckel, Jornalista
  • Marek Jurek, Ex-presidente do Sejm polaco
  • Paul N. King, Presidente, Instituto Paulus para a Propagação da Sagrada Liturgia
  • Peter Kwasniewski, Escritor, compositor, investigador
  • John Lamont, D. Phil. (Oxon)
  • Philippe Lauvaux, Professor de Direito Público ULB Paris & Assas
  • Philip Lawler, Editor, Catholic World News
  • Leila Lawler, Auhtor, Blog
  • Anne Le Pape, Jornalista
  • Maria Madise, Director de Voz da Família
  • Christian Marquant, Presidente de Paix Liturgique
  • Taylor Marshall, Comentador e escritor do YouTube
  • Patrick Martin, Historien et théologien
  • Oleg-Michael Martynov, Una Voce Russia
  • Martial Mathieu, Docteur en Droit Université de Grenoble
  • Gertraud Marx, Initiativkreis kath. Priester u. Laien, Pro Sancta Ecclesia e.V.
  • Michael Matt, Editor, The Remnant
  • Jean-Pierre Maugendre, Presidente, Catholique da Renascença
  • Philippe Maxence, Editor-chefe, L’Homme Nouveau
  • Jack Maxey, jornalista e analista político
  • Brian McCall, Cátedra de Direito da Universidade de Oklahoma Editora-chefe de Notícias da Família Católica
  • Bronwen McShea, Doutoramento, Historiador
  • Charles de Meyer, Presidente da SOS Chrétiens d’Orient
  • Paweł Milcarek, Fundador e editor-chefe Christianitas
  • Dominique Millet-Girard, Professor na Sorbonne
  • Jean-Marie Molitor, Jornalista
  • Martin Mosebach, Escritor
  • Maureen Mullarkey, Escritor
  • Georges Neumayr, Autor do livro
  • Hugh Owen, Director do Centro Kolbe para o Estudo da Criação
  • Luc Perrin, Historiador
  • Hugues Petit, Doutor em Direito
  • Olivier Pichon, Professor associado da TV universitária liberta o jornalista.
  • Philippe Pichot-Bravard, Doutor em Direito
  • Claudio Pierantoni, Doutoramento em História do Cristianismo e Doutoramento em Filosofia
  • Jean-Baptiste Pierchon, Doutor em Direito
  • Constance Prazel, Presidente da Liberté politique
  • Enrico Maria Radaelli, Director de Investigação e Professor ICSA
  • Carlo Regazzoni, Filósofo da Cultura
  • David Reid, Presidente Una Voce Canadá
  • Christophe Réveillard, Doutor em História, Académico
  • Monika Rheinschmitt, Presidente Pro Missa Tridentina
  • Kevin Rowles, Autor católico
  • Hervé Rolland, Vice-Presidente de ND de Chrétienté
  • Eric Sammons, Editor-chefe da revista Crisis Magazine
  • Edward Schaefer, Presidente Collegium sanctorum angelorum
  • Wolfram Schrems, Mag. theol, Mag. phil, catequista
  • Reynald Secher, Historiador
  • Aaron Seng, Presidente da Tradivox, Inc.
  • Jean Sévillia, Jornalista, Historiador, Escritor
  • Pierre-Yves Simonin, Embaixador da Suíça – a. Embaixador da Ordem de Malta junto da ONU
  • Henri Sire, Escritor, compositor, investigador
  • Michael Sirilla, PhD, Steubenville, Ohio
  • John Smeaton, Ex-CEO da SPUC
  • Jeanne Smits, Jornalista – Director do Blog
  • Christian Spaemann, Médico, psiquiatra e psicoterapeuta
  • Peter Stephan, Professor de História da Arte e Teoria da Arquitectura, Postdam Univ.
  • Pierre-Edouard Stérin, Empresário
  • Anthony Stine, Return to tradtion blog
  • Jean de Tauriers, Presidente de ND de Chrétienté
  • Guillaume de Thieulloy, Editor de imprensa
  • Inge M. Thürkauf, katholische Publizistin
  • Marco Tosatti, Blog Editor, Stilum Curiae
  • Jérôme Triomphe, Advogado
  • José Ureta, Autor do livro
  • Philippe de Villiers, Ex-ministro, escritor
  • John-Henry Westen, Co-Fundador e Editor-chefe da LifeSiteNews
  • Elizabeth Yore, Advogado, Fundador YoreChilden
  • Alberto Luiz Zucchi, Presidente Associação cultural montfort

Apoie esta carta aberta

Sobre esta carta:

Esta carta aberta aos católicos de todo o mundo foi escrita por dezenas de personalidades de todo o mundo que estão ligadas à Missa tradicional (quer sejam “tradicionalistas” ou não, e até mesmo se são católicos praticantes ou não). Você pode apoiar sua ação, deixando seu e-mail no formulário acima.

Para qualquer pergunta, use o formulário de contato.

 

Informações legais:

Jean de Tauriers – Notre Dame de Chrétienté – 191 avenue du Général Leclerc 78220 Viroflay – France